Início » DESTINOS » REPÚBLICA DOMINICANA » Riu República – Hospedagem só para adultos em Punta Cana
Riu República

Riu República – Hospedagem só para adultos em Punta Cana

Compartilhe com seus amigos.

Quando finalmente decidi ir para Punta Cana, a primeira coisa que fiz foi procurar hospedagem. Simplesmente fiquei perdida em meio a tantas opções. Foram dias de pesquisa, lendo dezenas de comentários e visitando as páginas dos hotéis. Parecia que eu nunca chegaria a uma conclusão.

Já deu para perceber que eu mudei de ideia sobre a hospedagem ideal várias vezes, né? E não é para menos. Punta Cana em si não tem muito o que fazer, e o hotel é decisivo para o sucesso dessa viagem. Mas, depois de tanta pesquisa, finalmente comecei a ter ideia do que eu realmente queria para mim. E o Riu Republica, que inicialmente sequer estava entre os pré selecionados, simplesmente saiu vencedor.

RIU REPÚBLICA – UM RESORT SÓ PARA ADULTOS

O Riu Republica é um resort cinco estrelas somente para adultos, que pertence a gigante rede Riu Resorts. Em Punta Cana o grupo possui cinco resorts com categorias e públicos distintos. O Riu Palace e o Riu Palace Macao Adults Only, são os mais caros e sofisticados. Além destes, existe o Riu Bamboo, Riu Naiboa (o mais simples e antigo de todos) e o Riu República Adults Only.

POR QUE O RIU REPÚBLICA?

Depois de alguns dias de pesquisa, uma coisa ficou clara para mim. Eu queria me hospedar em um resort só para adultos. Não me entenda mal. Eu adoro crianças, principalmente meus 15 sobrinhos (é sério, tenho 15 sobrinhos!). Mas, enquanto não tenho filhos, eu simplesmente quis aproveitar a experiência de ficar um lugar inteiramente pensado em mim.

Com isso em mente, escolher o Riu Republica foi simplesmente natural. O resort parecia lindo, tudo novo, grande e por um preço muito atrativo. Simplesmente o mais barato dessa categoria, considerando-se o all inclusive e o nível da hospedagem. Para se ter uma ideia, essa viagem ficou cerca de 3 mil reais mais barata com a simples mudança de hotel. Minha ideia inicial era ficar no Riu Palace, Majestic Elegance ou Barceló Bávaro Palace.

All Inclusive de verdade

O sistema all inclusive aqui é de verdade e funciona 24 horas por dia. Com 9 restaurantes e 11 bares espalhados pelo complexo, a maior dificuldade aqui é resistir às muitas tentações. Afinal, a balança não perdoa. Depois da viagem sobram somente as boas lembranças e os quilinhos a mais (ha).

Você pode comer e beber em qualquer um dos restaurantes sem se preocupar com dinheiro. Aliás, exceto pelas gorjetas (que não são obrigatórias), você nem usa dinheiro por aqui.

Café da manhã
  • Ocorre em estilo buffet nos restaurantes La Altagracia e Mangú;
  • Embora o cardápio não se altere muito de um dia para o outro, a variedade de alimentos é absurda;
  • Em termos de sabor, estava tudo muito saboroso, principalmente as panquecas, waffles e afins;
  • Se você é como eu e adora suco natural, abuse deles no café da manhã, pois é o único momento em que são servidos.
Almoço
  • Ocorre em estilo buffet nos restaurantes La Altagracia e Mangú;
  • São servidos pratos da culinária de diversos países, mas principalmente japonesa, mexicana e espanhola. Para os bons brasileiros que não vivem sem feijão, essa é a única coisa que o resort fica devendo;
Jantar

É no jantar que concentra-se o maior número de opções. Você pode optar desde o buffet do La Altagracia e Mangú (acesso livre) ou um dos restaurantes temáticos, mediante disponibilidade.

Para os restaurantes temáticos não é necessário fazer reserva prévia (nem pode). Eles funcionam “por ordem de chegada”. Eu aproveitei minha estadia para comer todo dia em um diferente. Confesso que alguns dias preferia ter ido no buffet, mas não podia deixar de experimentar, não é?

Um detalhe que notei desses restaurantes, é que todos os dias o tempo de espera informado foi bem exagerado pelos funcionários. Para ter uma ideia, no primeiro dia nos informaram que a espera estava em torno de 1 hora.

Nos assustamos um pouco, mas como não estávamos com tanta fome, resolvemos esperar. Menos de 10 minutos depois já fomos chamados. E ocorreu de maneira semelhante em todos os dias seguintes. Então, mesmo que te informem um tempo longo, não se desanime e aguarde por sua vez!

Restaurante espanhol “Olé”

Esse foi um dos restaurantes temáticos que mais gostei. Serve um buffet livre de entradas e de sobremesas e prato principal a la carte. Pedi uma carne que estava simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A.

Restaurante indiano “Taj Mahal”

Esse restaurante também está entre um dos meus queridinhos. O Ighor não gostou (e reclama sempre que menciono). Mas é mais pelo fato dele não gostar muito de comida indiana. Aqui, além de um buffet livre com diversas opções, são servidos todos os itens do menu.

Aliás, essa é a parte mais confusa dos restaurantes temáticos. Cada um funciona de uma maneira diferente. Com meu espanhol capenga, demorei para entender que eu não tinha que pedir nada do menu, que todos os itens seriam servidos.

Restaurante asiático “Kaori”

Serve buffet livre com diversos pratos da comida asiática. Eu por exemplo, não como peixes ou frutos do mar (ou qualquer outra coisa que viva na água). Mas consegui me virar muito bem com frango xadrez, carne ao molho curry (adoro) e afins. O Ighor, que adora comida japonesa, se esbaldou. Aqui todos os pratos são em estilo buffet.

Restaurante italiano “Tarantella”

Serve buffet com foco em massa e pizza. Eu ADORO comida italiana e não me considero muito exigente em relação a comida. Mas, apesar disso, não gostei desse restaurante. Para mim foi o mais decepcionante. Achei todos os molhos sem gosto e algumas coisas nem consegui comer.

Restaurante Steakhouse “Quisqueya”

Pratos de carne servidos a la carte. De maneira geral as carnes servidas nos restaurantes temáticos estavam todas muito saborosas. Esse restaurante fica escondido entre a parte interna do bar (com mesmo nome) e o restaurante principal, La Altagracia. Por isso, ele passa facilmente desapercebido.

Diferente dos demais, que você consegue reservar a mesa por ordem de chegada, nesse a reserva é feita por horário específico. Um grupo às 20h e outro grupo às 21h. Programe-se para chegar cedo, pois os lugares esgotam muito rápido.

Restaurante “Kulinarium West” e “Kulinarium East”

Serve pratos a la carte e ambos os restaurantes possuem exatamente o mesmo cardápio. Esses restaurantes não possuem uma cozinha específica.

Além dos restaurantes, alguns bares servem lanches durante todo o dia e noite. Existe ainda outros bares que servem somente bebidas e drinques alcoólicos (ou não). Eu tomei um chamado Banana Mamma, que fiquei completamente viciada. Parecia uma raspadinha com um leve sabor de banana simplesmente maravilhosa e super refrescante.

FESTAS

Eu diria que está aqui todo o diferencial deste resort. Tudo que falei até aqui, em termos de estrutura e alimentação, muitos outros oferecem serviços semelhantes. No entanto, a equipe de entretenimento do Riu Republica é simplesmente sensacional. Isso por um conjunto de fatores. O resort é muito grande, portanto, é fácil encontrar público para todos os estilos. Desde os que se divertem assistindo os outros pagarem micos, até os que adoram entrar na brincadeira.

O entretenimento acontece por toda extensão do resort e vai desde brincadeiras tranquilas até concurso de cerveja e dança sexy na festa da piscina. Todos os dias por aqui foram sempre muito divertidos e com muito agito. Eu me senti em um filme americano ao melhor estilo do American Pie. Mas não se preocupe. Se o que você busca é apenas tranquilidade e descanso a beira mar ou da piscina, tem ambientes que são mais reservados. Onde o agito das brincadeiras não chegam.

PRAIA

O Riu Republica está localizado na praia de Arena Gorda, uma região onde o mar é mais agitado. Eu pude vivenciar dias em que o mar estava bem agitado e outros de mar muito tranquilo. Ambas as experiências foram prazerosas. Mas, sendo bastante honesta, nunca tomei tantos capotes na minha vida. Em dados momentos, eu me senti em uma máquina de lavar roupas de tanto que girei na água (haha).

Felizmente a areia de lá é bem diferente da nossa e não machuca absolutamente nada. Não fosse por isso, eu teria ficado toda ralada. Apesar disso, esse foi um dos dias mais divertidos na praia. Os dias de mar tranquilo são bem gostosos para relaxar e dá até para ver peixinhos nadando por perto. Em ambas as situações, o mar do caribe é realmente sensacional, com uma coloração linda.

PISCINAS E PARQUE AQUÁTICO

No total são 5 piscinas. Três na parte frontal do resort (que fica virado para a praia) e duas mais ao fundo. Dessas três na parte da frente, uma fica mais reservada (sem grande agito). Existe duas piscinas que possui um bar aquático, uma na parte da frente e outra nos fundos. Aliás, essa dos fundos é bem agitada. Não importava a hora do dia que passava por lá, parecia sempre ter gente.

O parque aquático é pequeno mas bem legal. No meio de tantas opções de lazer, é mais uma opção para quebrar a rotina da vida chata que temos por aqui.

OUTRAS OPÇÕES DE LAZER

Além de tudo que já mencionamos, que por si só já é suficiente para ocupar todo seu dia. Temos outras opções de lazer espalhadas pelo resort. São salões de jogos, quadras, spá, jacúzi, sauna, academia, área fitness ao ar livre etc. Existe ainda a opção de ir até o cassino que fica localizado no Riu Palace Macao. Um ônibus do próprio resort faz o transporte gratuito. Fomos um dia para conferir e achei o cassino bem fraquinho, com poucas opções.

QUARTOS

Os quartos de maneira geral são amplos e bem arejados. Eu reservei o mais simples, sem vista para o mar e me atendeu muito bem. A única reclamação que tenho a fazer é referente a uma parede de vidro que liga o quarto com o banheiro. O vidro é fosco e não tem visibilidade de quem está do outro lado. Assim que cheguei achei a ideia super bacana, até a primeira noite. Ai eu passei a odiar essa parede de vidro. O Ighor costuma acordar a noite. Agora imagine no meio da noite uma luz MUITO forte bem na sua cara. Pois é, eu acordava TODA VEZ.

Além dessa pequena sala e da varanda, que eu usei apenas deixar as roupas secando no mini varal que tem por lá, os quartos possuem:

  • Tábua e ferro de passar
  • Cofre
  • TV via satélite
  • Máquina de café (e os sachês de café obviamente)
  • Garrafeira com dispenser de bebidas
  • Frigobar com águas, refrigerantes, cerveja etc
  • Ventilador de teto
  • Ar condicionado central
  • WiFi, grátis
  • Tomada com padrão de três finos (110v) e tomada USB
  • Telefone (que eu nunca utilizei)
  • Secador de cabelo
  • Roupão de banho e toalhas
  • Amenidades de banho (shampoo, condicionador, sabonete e hidratante)
Ficha técnica do hotel
  • Inaugurado em junho 2016;
  • Inaugurada ala nova no inverno 2017/18;
  • Hotel ADULTS ONLY, exclusivo para adultos com mais de 18 anos;
  • Espreguiçadeiras na praia, gratuitas;
  • 2 edifícios principais e edifício anexo de 4 andares;
  • Serviço de Concierge;
  • 5 piscinas;
  • 1 parque aquático com 4 toboáguas;
  • 9 restaurantes, sendo 7 temáticos;
  • 11 bares, sendo 1 na praia e 2 ao lado da piscina;
  • Spa  (pago a parte e achei os preços bem salgados), exceto o sauna e jacuzzi que são gratuitos;
  • Discoteca;
  • Utilização de computadores com acesso à Internet, pago;
  • WiFi em todo o hotel, grátis (muitos cobram caro e em dólar por isso);
  • 1382 quartos (para ter uma ideia do tamanho, o Salinas de Maragogi tem cerca de 236);
Compartilhe com seus amigos.

Fazer um blog de viagem era um sonho antigo, que finalmente consegui realizar. Adoro escrever, falar de viagem e ajudar as pessoas a encontrar a próxima rota incrível para chamar de sua. Sou filha de fotógrafos e herdei dos meus pais a paixão por fotografia. Mas mais do que tudo, adoro viajar, conhecer novos lugares, novas culturas. Para mim viajar é terapia, é aprendizado, é realização. Tem uma frase de Santo Agostinho que me define completamente, que diz que "o mundo é um livro, e aqueles que não viajam leem somente uma página".