Início » DESTINOS » BRASIL » PARANÁ » Curitiba – Dicas para um fim de semana
Curitiba Jardim Botânico Foto de Capa

Curitiba – Dicas para um fim de semana

Compartilhe com seus amigos!

Para quem vive em São Paulo ou qualquer outro grande centro, muitas vezes tudo o que desejamos é escapar um pouco de toda agitação que uma cidade grande possui. E para quem gosta de viajar, conhecer novos lugares é sempre uma aventura interessante. Depois de conhecer praticamente todas as cidades próximas de São Paulo que são convenientes para viajar em um fim de semana, começamos a ficar sem opções. Foi ai que decidimos conhecer Curitiba.

CURITIBA

Assim como São Paulo, Curitiba é uma cidade de negócios, mas que aos fins de semana converte-se num destino turístico interessante. A cidade nos surpreendeu em muitos aspectos e voltamos de lá com aquele gostinho de querer voltar. Apesar de não ser exatamente pequena, aos fins de semana ela adquire um ar de interior irresistível. Pelo menos para nós que estamos acostumados a pegar trânsito e lugares sempre cheios em São Paulo, mesmo aos fins de semana. Resumidamente, achamos Curitiba tão deliciosa quanto São Paulo durante um feriado.

Queremos frisar que Curitiba possui um número enorme de parques, bosques entre outros atrativos. E em um único fim de semana não será possível conhecer todos. Mas para ajudá-lo, deixaremos aqui algumas dicas dos principais lugares para incluir em sua rota.

COMO CHEGAR

Curitiba está localizada a 400 km de São Paulo, 840 km do Rio de Janeiro, 1400 km de Brasília, 300 km de Florianópolis e 750 km de Porto Alegre.

De avião

Há voos diários partindo das principais capitais do país. Caso decida passar apenas um fim de semana, aconselhamos que se atente aos horários de chegada do voo. Na realidade, essa é a opção ideal para quem deseja passar apenas um fim de semana em Curitiba. Se escolher bem os horários do seu voo, terá dois dias completos para curtir e conhecer a cidade.

Do aeroporto até o centro de Curitiba, uma opção barata e confortável são os ônibus executivos que levam até diversos pontos da cidade. Outra opção é ir de táxi ou com os ônibus municipais, através da linha 208.

De carro

Para quem está longe é inviável para um fim de semana. Mesmo para quem está em São Paulo pode ser cansativo e você perderá horas preciosas de passeios. Em todo caso, para quem vai partindo do Sudeste, a principal via de acesso é a BR-116

De ônibus

A viação Itapemirim tem ônibus partindo de diversas capitais do país com destino a Curitiba. Porém, você deve apenas considerar a quantidade de horas que serão gastas. Contudo, para uma viagem mais prolongada pode ser uma opção, mas não para um fim de semana.

Circulando em Curitiba

Curitiba oferece uma opção de linha turística em ônibus especial, que circula nos principais pontos turísticos da cidade. Com um total de 25 paradas, é uma excelente opção para se locomover.

Considerada uma das melhores do país, a linha circula a cada 30 minutos, percorrendo aproximadamente 44 km em cerca de 2 horas e meia. O roteiro começa na Praça Tiradentes mas é possível iniciar o trajeto em qualquer um dos pontos. Para embarcar você compra uma cartela com 5 tíquetes e tem direito a um embarque e 4 reembarques. Os veículos são equipados com sistema de som para fornecer informações gravadas sobre os locais visitados em três idiomas – português, inglês e espanhol.

Dica

No shopping Estação, um dos pontos de parada dos ônibus executivos que vem do aeroporto, é possível alugar armários para guardar seus pertences. Desse modo, caso deseje começar os passeios assim que chegar a cidade, não precisará aguardar pelo horário do check-in do hotel e terá mais liberdade para se locomover.

ONDE FICAR

Curitiba oferece muitas opções de hospedagem no centro da cidade. Quando decidimos ir nossa maior preocupação era se o centro a noite seria semelhante ao de São Paulo. Como nas nossas pesquisas não encontramos muitas informações, resolvemos não arriscar e optamos ficar no bairro do Batel, um dos melhores da cidade e está apenas 1 km de distancia do centro.

No entanto, queremos deixar registrado que o centro de Curitiba é super seguro e limpo. É uma excelente opção principalmente para quem estiver a pé. Em contrapartida, o Batel mostrou-se interessante pois, além de muito bonito, os preços dos hotéis executivos são mais acessíveis durante dos fins de semana.

Nós optamos pelo Batel Rio Hotel By Bourbon Curitiba, que segue a linha de hotel executivo e oferece ótimo custo x benefício. Mas como mencionamos, Curitiba oferece uma infinidade de opções para todos os gostos e bolsos.

O QUE FAZER

Jardim Botânico de Curitiba

Criado em 1991 à imagem dos jardins franceses, tem estufa em metal e vidro, museu botânico, mata nativa, trilhas e o espaço cultural Frans Krajcberg.

Museu Oscar Niemeyer

Maior e mais moderno museu do Brasil. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o “olho” completa uma antiga obra que ele mesmo construiu, em 1976.

Ópera de Arame/Pedreira Paulo Leminski

Construído em estrutura tubular, o Teatro Ópera de Arame, de 1992, é um espaço mágico que se integra à natureza do local. Ao seu lado, a Pedreira Paulo Leminski é o palco dos grandes acontecimentos culturais e artísticos de Curitiba. Mais adiante, está o Farol das Cidades, biblioteca informatizada conectada à Internet.

Parque Tanguá

Às margens do rio Barigui, é área de lazer com grandes espaços verdes, ancoradouro, pista para caminhada e corrida, ciclovia e um túnel aberto na rocha bruta unindo os lagos. Implantado em 1996.

Outras opções

Para uma próxima viagem, ou mesmo optando por diminuir o número de atrações que irá conhecer, você poderá fazer a viagem de trem até Morretes, que é considerado uma das rotas mais lindas de trem do Brasil.

Fazer um blog de viagem era um sonho antigo, que finalmente consegui realizar. Adoro escrever, falar de viagem e ajudar as pessoas a encontrar a próxima rota incrível para chamar de sua. Sou filha de fotógrafos e herdei dos meus pais a paixão por fotografia. Mas mais do que tudo, adoro viajar, conhecer novos lugares, novas culturas. Para mim viajar é terapia, é aprendizado, é realização. Tem uma frase de Santo Agostinho que me define completamente, que diz que "o mundo é um livro, e aqueles que não viajam leem somente uma página".