Início » DESTINOS » BRASIL » PARANÁ » Parque Estadual de Vila Velha
Parque Estadual de Vila Velha

Parque Estadual de Vila Velha

Compartilhe com seus amigos!

O Parque Estadual de Vila Velha está localizado há cerca de 20 km de Ponta Grossa e a cerca de 92 km de Curitiba. Desse modo, mesmo que esteja visitando a capital paranaense, é possível aproveitar para conhecer o Parque Estadual de Vila Velha.

PARQUE ESTADUAL DE VILA VELHA

Criado em 1953 com o intuito de preservar as formações de arenitos, foi tombado patrimônio histórico estadual em 1966. Com mais de 3 mil hectares, o parque esteve em processo de revitalização entre os anos de 2002 e 2004. Devido depredações ocorridas no passado, atualmente exige-se o acompanhamento de um guia turístico do próprio parque.

O número diário de visitantes é limitado a 800 pessoas. Portanto, caso decida visitá-lo durante um feriado, por exemplo, é bom chegar cedo para evitar frustrações. O ingresso é adquirido no próprio parque e custa R$ 18,00 o passeio completo. Ou, R$ 10,00 a visitação dos arenitos, e R$ 8,00 a visitação das furnas e lagoa dourada. A este valor, acrescente R$ 10,00 da taxa do guia. Independente se você decidir fazer o passeio completo ou parcial, a taxa do guia é a mesma.

Além dos atrativos já mencionados, o parque possui um centro de visitantes, banheiros, estacionamento gratuito e uma lanchonete (que também vende lembrancinhas do local).

COMO CHEGAR

A primeira dica que dou aqui é NÃO SIGA O WAZE. Ele te manda para um local que pertence ao parque, mas que não é o local correto, de onde partem os ônibus. O acesso se dá pela rodovia BR 376, tanto para quem vem de Curitiba, quanto Ponta Grossa. Siga as placas da própria rodovia, que te levam certinho para a entrada correta do parque.

Segundo o site da prefeitura de Ponta Grossa, existe transporte coletivo que leva até o parque. Os ônibus partem do Terminal de Oficinas pela linha Vila Velha. Para acesso ao Terminal de Oficinas pode-se pegar a Linha T. Central/ Oficinas no Terminal Central.

ARENITOS

Os arenitos são um tipo de rocha formada pela compactação e endurecimento de sucessivas camadas de areia. A formação dos arenitos de Vila Velha possuem cerca de 300 milhões de anos. Do período em que a América do Sul ainda estava ligada a África, Antártica, Oceania e Índia.

O percurso entre o centro de visitantes e os arenitos é feito por ônibus. A trilha que percorre os arenitos é dividida em duas partes. A primeira parte é bem tranquila, e praticamente sem escadas. A segunda parte, é mais escorregadia e com muitos degraus. Honestamente falando, a segunda parte, apesar de interessante, é bem dispensável. Caso esteja com criança pequena ou tenha alguma dificuldade de mobilidade, não precisa ficar triste por não percorrê-la. Isso sem falar que fui sem repelente e voltei completamente picada.

A taça
O camelo
Perfil de índio
Perfil de uma mulher

Eu realmente fiquei maravilhada como a simples ação do tempo e das chuvas foram capazes de desenhar algumas formas tão perfeitas. Ou talvez seja simplesmente nossa imaginação muito fértil. Seja qual for o caso, é fascinante ficar os imensos paredões de pedra de perto. Ainda mais sabendo que são formatos de areia comprimida.

FURNAS

As furnas são enormes poços formados pelo desabamento do solo. Em Vila Velha existem 6 furnas, sendo que apenas duas são abertas a visitação do público. Aqui vivem peixes considerados endêmicas, o que significa que só existe aqui e em nenhum outro lugar do mundo. Trata-se na realidade de espécies que sofreram mutações para adaptarem-se as condições de vida nas furnas. Os peixes de uma furna mudaram de maneira diferente da outra, pois as condições em ambas são diferentes.

LAGOA DOURADA

A lagoa dourada possui este nome porque (teoricamente) suas águas adquirem um tom de dourado quando reflete a luz do sol. Particularmente, não vi nenhum dourado na lagoa e achei esse o atrativo mais sem graça do passeio. Mas já que estava incluso no pacote, está valendo.

Outras Informações:

Para mais informações sobre o horário de funcionamento do parque, confirmação de preços e afins, pode visitar a página do facebook do parque aqui, ou entrar em contato pelo whatsapp no número (42) 9955-3503. O atendimento é ótimo e respondem super rápidos.

 

Fazer um blog de viagem era um sonho antigo, que finalmente consegui realizar. Adoro escrever, falar de viagem e ajudar as pessoas a encontrar a próxima rota incrível para chamar de sua. Sou filha de fotógrafos e herdei dos meus pais a paixão por fotografia. Mas mais do que tudo, adoro viajar, conhecer novos lugares, novas culturas. Para mim viajar é terapia, é aprendizado, é realização. Tem uma frase de Santo Agostinho que me define completamente, que diz que "o mundo é um livro, e aqueles que não viajam leem somente uma página".