Início » BATE-VOLTA » O que fazer em São Roque – A terra do vinho paulista
Capa sem capa 760x490 - O que fazer em São Roque - A terra do vinho paulista

O que fazer em São Roque – A terra do vinho paulista

Compartilhe com seus amigos.

São Roque, também conhecida como “a terra do vinho“, está localizada pertinho de São Paulo. A cidade é famosa por suas inúmeras vinícolas espalhadas pelo roteiro do vinho. Mas além de vinhos e vinícolas, São Roque tem diversas atrações para oferecer ao turista.Devido sua localização próxima, a cidade possibilita fazer desde um bate-volta, até curtir alguns dias durante o fim de semana ou feriado.

COMO CHEGAR

Localizada a cerca de 70 km de São Paulo, a maneira mais fácil de chegar é de carro, através da Rodovia Raposo Tavares. Também é possível ir de ônibus, através da viação Cometa. Porém, para se locomover de maneira confortável pelos atrativos da cidade, o carro será essencial.

O QUE FAZER EM SÃO ROQUE

Roteiro do Vinho

Espalhadas pela Estrada do Vinho, Estrada dos Venâncios e Rodovia Quintino Lima, diversas vinícolas compõem o Roteiro do Vinho de São Roque. Além das vinícolas, existem diversos restaurantes, pousadas, ranchos e fazendas para deleite do turista. Confira abaixo, as vinícolas mais imperdíveis do Roteiro do Vinho.

Bella Aurora

A Bella Aurora pode ser a primeira ou a última vinícola do Roteiro do Vinho, depende de qual direção você vem. Para nós, que saímos de São Paulo, foi a primeira vinícola do nosso roteiro, e uma das mais bonitas também.

Além da compra e degustação de vinho, a vinícola oferece alguns pontos de entretenimento. A mini parreira foi a mais charmosa que vimos no nosso roteiro. Existe também uma lanchonete, um parquinho infantil para entreter a criançada, além de atividades como alimentar as ovelhas.

Vila Don Patto

Esse é um dos lugares mais legais do roteiro do vinho e de São Roque. Trata-se de um complexo que tem um pouco de tudo. Lojas de vinhos, restaurantes, lanchonete, padaria, sorveteria, choperia, área de lazer para adultos e crianças, além de belíssimas paisagens.

O lugar é tão incrível, que poderia escrever um post inteiro só dele. Esse cenário com guarda-chuvas, inspirada na rua coberta de guarda-chuvas em Portugal, é um dos mais bonitos.

A loja da Vila Don Patto não é a que oferece os melhores preços da região, mas é sem dúvida uma das que oferece a melhor estrutura. Foi lá que compramos o melhor licor de avelã que já experimentamos. Outra coisa que achamos bem legal, é que por ser muito grande, e apesar de ter muita gente, não nos deparamos com filas e conglomerados de pessoas, pois elas ficavam espalhadas por diversos lugares. Isso sem dúvida contribuiu para uma experiência agradável no lugar.

Quinta do Olivardo

Outro lugar bastante completo do Roteiro do Vinho de São Roque é a Quinta do Olivardo. Com uma proposta um pouco diferente, o lugar possui um restaurante português muito bom, além de uma área de lazer super completa para as crianças. O que eu mais gosto desse lugar são as barraquinhas, ao melhor estilo da feira, que vendem diversas iguarias portuguesas. Nós experimentamos o Bolo de Caco, a Rabanada, e o Pastel de Belém. Tudo extremamente delicioso. Lá também é possível fazer a visitação guiada e experimentar o famoso Vinho dos Mortos.

Cangueira

A Cangueira é outra vinícola super charmosa do Roteiro do Vinho. Além da loja de vinhos, a vinícola investe em uma área de lazer para as crianças, e um mini parreiral para visitação. Existe também uma pequena área de descanso para os adultos. Os preços aqui são bem atrativos, e os vinhos deliciosos.

Góes

Uma das últimas vinícolas do Roteiro do Vinho (ou das primeiras, dependendo do sentido que começa), é sem dúvida uma das mais famosas. A vinícola é muito linda e oferece belos jardins para deleite do turista. A loja de fábrica oferece preços variados, mas é possível encontrar vinhos bem baratos por lá. Por ser uma das mais famosas, está frequentemente muito cheia. Fomos lá duas vezes, a primeira bem cedo, e pudemos curtir os espaços com calma, pois ainda estava vazia. Na segunda vez, no período da tarde, estava muito cheia, e acabamos ficando pouco tempo aqui, pois não gostamos muito de espaços tumultuados.

Outras vinícolas do Roteiro do Vinho

Citei acima as vinícolas que consideramos imperdíveis do Roteiro do Vinho. Mas além dessas, exitem muitas outras opções, mais simples. Visitamos a Adega Terra do Vinho, Vinícola Real D’Ouro, Adega dos Pampa, a Vinícola XV de Novembro e a Vinícola Palmeiras. As adegas oferecem diversos rótulos, e os preços são variados. De modo geral, a vinícola XV de Novembro é a que oferece melhores preços, junto com a Real D’Ouro.

Outras atrações no Roteiro do Vinho

Além das vinícolas, existem outras atrações ao longo do Roteiro do Vinho. As mais legais são as Alcachofras Bonsucesso e a Destilaria Stoliskoff.

Alcachofras Bonsucesso

O local possui um restaurante, onde é possível experimentar diversos pratos produzidos com alcachofras. Existe também uma loja com diversos produtos locais. Eu nunca tinha experimentado alcachofras, e provei o patê, mas confesso que não me agradou muito.

Destilaria Stoliskoff

São diversas vodcas para degustação. Não sou uma grande fã de destilados, mas acabei experimentando várias combinações. Essa da foto, é uma mistura de Ice com uma vodca de 48% de álcool (parte escura). Confesso que gostei mais do que esperava, embora tenha sido suficiente para me deixar tonta.

Ski Mountain Park

O Ski Mountain Park é famoso por sua pista artificial para prática de ski. Se você já esquiou na neve de verdade ou visitou o Snowland, em Gramado, talvez se decepcione com o lugar. É importante dizer que não existe neve aqui, nem mesmo artificial. O que temos é uma pista com uma espécie de tapete branco, que é mantido molhado para facilitar o deslizamento dos equipamentos. Fora a pista, existe um teleférico, uma escorregador enorme e muito divertido, e prática de arco e flecha. Eu confesso que, mesmo não tendo grandes expectativas, eu ainda me decepcionei com o parque. Achei que tinha poucas atrações, o que gerava filas enormes, mesmo para coisas simples, como arco e flecha. Com isso, a relação custo-benefício não compensou.

Morro do Cruzeiro

O morro do cruzeiro é um ponto, além de turístico, religioso. Do alto, é possível avistar toda cidade.

Centro Cultural Brasital

Trata-se de uma construção de 1890, que abrigava uma das primeiras indústrias têxteis do Brasil. Atualmente, o espaço foi convertido em um espaço cultural.

ONDE COMER

Existem diversas opções, sendo os mais famosos aqueles que se encontram no roteiro do vinho. Além dos já mencionados, quero deixar outras duas opções aqui. O Vito Leone Gelato & Pasta e o Rancho Arizona. O Vito Leone serve gelatos italianos maravilhosos, além de massas saborosas. O preço é muito convidativo. Já o Rancho Arizona, serve comida ao melhor estilo da fazenda.

ONDE FICAR

São Roque oferece diversas opções de hospedagem, para todos os gostos e bolsos. Se for passar apenas um fim de semana na cidade, você provavelmente não terá tempo de curtir o hotel, pois passará o dia fora, em passeios. Nesse caso, recomendamos fortemente o São Roque Park Hotel. O hotel é simples, mas bastante confortável e oferece a diária com preço muito bom.

Caso vá passar mais que um fim de semana na cidade, sugerimos escolher um hotel com alguma opção de lazer. Um sítio ou hotel fazenda pode ser uma boa ideia. No booking, existem diversas opções bem avaliadas.

DICAS – O que fazer de acordo com a quantidade de dias

Bate-Volta

Caso sua intenção seja ficar apenas um dia em São Roque, sugerimos fazer pela manhã o Roteiro do Vinho, incluindo apenas as principais vinícolas, citadas acima. Aproveite para almoçar ou na Vila Don Patto ou na Quinta do Olivardo. Após o almoço, aproveite para curtir o Ski Mountain Park. Caso opte por não fazer o parque, então poderá curtir com mais calma o Roteiro do Vinho, e incluir o Morro do Cuzeiro e o Centro Cultural Brasital, no fim do dia.

Fim de Semana

Caso deseje passar dois dias em São Roque, poderá curtir com bastante calma todos os atrativos do Roteiro do Vinho. No segundo dia, aproveite para curtir pela manhã o Ski Mountain Park e na parte da tarde, aproveite para visitar o Morro do Cuzeiro, o Centro Cultural Brasital e o Recanto da Cascata. Outra opção para a tarde é visitar a Fazenda Angolana, que possui diversos atrativos para crianças. Caso não deseje fazer nada disso, pode optar por fazer a Trilha do Morro do Saboó. Você pode optar ainda, por deixar a cidade mais cedo e fazer compras no Outlet Santa Catarina.

Feriado

Caso tenha mais que dois dias em São Roque, terá tempo de fazer todos os atrativos citados acima, inclusive a Trilha do Morro do Saboó. Caso opte por não fazer algum desses passeios, terá tempo sobrando, e neste caso, sugerimos escolher um hotel que ofereça uma boa área de lazer.

Compartilhe com seus amigos.

Fazer um blog de viagem era um sonho antigo, que finalmente consegui realizar. Adoro escrever, falar de viagem e ajudar as pessoas a encontrar a próxima rota incrível para chamar de sua. Sou filha de fotógrafos e herdei dos meus pais a paixão por fotografia. Mas mais do que tudo, adoro viajar, conhecer novos lugares, novas culturas. Para mim viajar é terapia, é aprendizado, é realização. Tem uma frase de Santo Agostinho que me define completamente, que diz que "o mundo é um livro, e aqueles que não viajam leem somente uma página".